Fale sobre seu instrumento

Regras do fórum
Venda de guitarra clássica(violão) e de alaúdes:
Unicamente os anúncios relativos às guitarras clássicas, guitarras renascimento, barroco, flamenca ou alaúdes. Os anúncios para qualquer outro tipo de instrumento ou de material são suprimidos. Para ser afixadas, as vossas fotografias devem medir no máximo 600 pixéis. Comunicai o vosso número de telefone ou o vosso correio electrônico(e-mail) apenas por mensagem privada.
Jaabreu
Mensagens: 10
Registrado em: Seg 12 Nov 2007, 15:38

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Jaabreu » Qui 31 Jan 2008, 16:53

Utilizo um Takamine EG 128 SC. Gosto muito. Já tive Di Giorgio, Ibanez e Rossini. Sem dúvida, o Takamine foi o que me deu a sonoridade que eu queria, e tem um braço adequado ao formato da minha mão. Não é pequeno, mas o fato de não ser muito ovalado, diminiui a esforço para tocar, se tornando muito confortável.

P1sToLe1Ro
Mensagens: 3
Registrado em: Dom 03 Fev 2008, 00:58

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por P1sToLe1Ro » Dom 03 Fev 2008, 01:12

O meu é um giannini serie estudo, pessoalmente gosto muito dele mas encontro problemas para tocar algumas peças de bach

Pedro Couto
Mensagens: 19
Registrado em: Qui 11 Out 2007, 17:35
Localização: Barbalha, Ceará, Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Pedro Couto » Seg 11 Fev 2008, 18:19

O meu violão é um Eagle "CH 800 F NT".
é um violão muito bom, apesar de feito em série. apesar de ser elétrico ele tem uma sonoridade que assusta.
poucas vezes eu vi violões em série tão bons quanto esse.
eu comprei há pouco tempo, mas tenho ctz que foi uma excelente escolha.

Bia
Mensagens: 48
Registrado em: Qui 26 Abr 2007, 15:53
Localização: Brasília, Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Bia » Qua 13 Fev 2008, 12:58

Meu violão é um Author 3 da DiGiorgio ano 1978, portanto ele tem 30 anos (e apesar disso ele está novinho, super conservado)!!! Tem uma sonoridade maravilhosa e é muito macio para tocar.
Todos os professores que o testaram elogiaram bastante e disseram que por sua conservação e sonoridade eu não devo me desfazer dele nunca, a não ser, é claro, se comprar um de um luthier. Mesmo assim acredito que é sempre bom ter um extra para estudo. Ele é meu xodó! Pena que o braço é um pouco largo pra mim e peno bastante para fazer alguns exercícios. Mas aqui no fórum me ensinaram alguns exercícios para a mão esquerda que, acredito, vão me ajudar bastante.

pilvis
Mensagens: 9
Registrado em: Qui 07 Fev 2008, 17:40

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por pilvis » Sáb 08 Mar 2008, 03:57

jazzerfloyd escreveu:Tenho curiosidade em saber quais violões o pessoal tá usando pra tirar um som legal.
Vou começar falando do meu então.
Admito não ter um grande violão, é um Di Giorgio modelo Autor Nro. 3 de 2003. É um bom instrumento, ele afina em todas as posições do braço (dependendo do encordoamento, claro) e tem um grave bem encorpado. Com cordas novas acho o som dele lindo. Acho que essa é a série "meia-boca" da Di Giorgio, melhor que os violões para estudo mas pior que os tops da marca.

Então, o que vcs estão usando? Gostaria de saber pois futuramente quero comprar outro violão, algo melhor... Mandar fazer um na realidade com algum luthier bom!

Ps.: tbm toco contrabaixo elétrico e ele é um Peavey Milestone II dos EUA (precision), mas acho que aqui isso não vem ao caso.
Abraço!
Tenho um viuolão Gianini muito antigo, na verdade não sei a data de fabricação, mas no interior tem uma "etiqueta" meio rasgada, parece que alguém tentou arrancar, mas ficou lá "janeiro 1922", "e medalha de ouro", É um modelo "Tranquillo Gianini", quando me perguntam digo que é de 1922. Na verdade minha mulher o comprou de umas freiras, isso há uns 17 anos atráz, ele estava muito maltratado, então eu mandei dar uma geral, mas o serviço não ficou muito bom, ai depois de um certo tempo eu mesmo dei um trato, lixei removi o verniz mal aplicado fiz um envelhecimento com betume e dei outro verniz, mas não consegui tirar umas rachaduras, bem sutis, o som dele ficou "mais seco", desde então, e também o cavalete ficou muito alto parece que empenou e eu não consegui, ou não quiz arriscar em mexer, mas mesmo assim ele tem um som bonito e alto. A minha pergunta é: um bom lutier dará um jeito nisso? ficará muito caro? Se bem que eu quiz economizar e me arrependi, pois o cara mais estragou que consertou meu violão. Eu tenho um Di Giorgio estudante 18, novinho, tem menos de um mês , mas minha paixão é esse velhinho. e ai? Vale a pena gastar uma grana no velhinho? Creio que vale. por falar em valores, quanto vale ou quanto valeria esse volão se ele fosse mesmo de 1922? E mesmo que não seja é uma verdadeira raridade. Ah! Antes que eu me esqueça tive de trocar suas tarrachas pois ficou muito tempo sem ser usadao e as antigas oxidaram e quebraram, coloquei tarrachas muito boas. A propósito tenho um contrabaixo Gianini antigo também modelo "Supersonic", eu o modifiquei retirei sua escla e fiz uma "flatless", e troquei seus dois captadores por um duplo, estavam muito ruins, eu o comprei em meados de 1987/1988.

pádua

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por pádua » Sex 14 Mar 2008, 02:47

o meu violão é um di giorgio mod. 'FÓRA DE SERIE" ano 83 .
já tive oportunidade de experimentar alguns espanhois de marca, de sonoridade
mais agressiva,e outros de som mais aveludado e a conclusão é aquela que a maioria já sabe, cada um é um, nenhum é igual ao outro e por aí vai.
Agora..., que a diferença de timbre de um luthier para outro seja o maior motivo de dificuldade na escolha, isso é!
colocando-se de lado o preço, claro!
este meu, acho ótimo,fidelíssimo na afinação, mas tem que usar cordas de qualidade tbém.
Normalmente Savarez, tensão média. Augustine tbém vai bem, embora ache a terceira (sol) meio "surda".

Bia
Mensagens: 48
Registrado em: Qui 26 Abr 2007, 15:53
Localização: Brasília, Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Bia » Sex 14 Mar 2008, 11:19

pádua escreveu:... Augustine tbém vai bem, embora ache a terceira (sol) meio "surda".
Interessante sua colocação, Pádua, pois também utilizo as cordas Augustine e sempre achei que a terceira corda soa diferente das demais (como vc mesmo disse, meio "surda") com um som não tão agradável aos ouvidos. Mas, como ainda estou engatinhando na arte das cordas, jamais imaginei que o problema fosse nas cordas. Você acredita, então, que se eu trocar por Savarez este problema possa ser reduzido substancialmente?

Abraços,
Bia
(meu violão também é um Di Giorgio - Author 3, ano 1978

Wiliam Kobata
Mensagens: 69
Registrado em: Dom 09 Dez 2007, 13:15
Localização: Sâo Paulo/Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Wiliam Kobata » Sex 14 Mar 2008, 12:48

Bia escreveu:
pádua escreveu:... Augustine tbém vai bem, embora ache a terceira (sol) meio "surda".
Interessante sua colocação, Pádua, pois também utilizo as cordas Augustine e sempre achei que a terceira corda soa diferente das demais (como vc mesmo disse, meio "surda") com um som não tão agradável aos ouvidos. Mas, como ainda estou engatinhando na arte das cordas, jamais imaginei que o problema fosse nas cordas. Você acredita, então, que se eu trocar por Savarez este problema possa ser reduzido substancialmente?

Abraços,
Bia
(meu violão também é um Di Giorgio - Author 3, ano 1978
Bia

A 3a. corda é cruel em qualquer encordoamento. Creio que nenhum fabricante conseguiu resolver o problema de "surdez" dela, até agora. Como é uma corda intermediária entre os picos agudos e graves, ela não é suficientemente grossa para ser encapado pelo filamento metálico que dá presença, como os bordões, nem fina o suficiente para ganhar o timbre brilhante das suas irmãs mais agudas.
Como cada violão tem uma resposta diferente aos diversos encordoamentos, só testando para saber como irá se comportar. Uma corda que soa bem no meu violão nem sempre vai ser o melhor no seu. Experimente, se for possível, alguma corda de titânio; em geral tem um ganho significativo nas primas sem ser agressivamente estridente como as cordas de carbono.

wk

Bia
Mensagens: 48
Registrado em: Qui 26 Abr 2007, 15:53
Localização: Brasília, Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Bia » Sex 14 Mar 2008, 13:49

Olá, Wiliam!
Obrigada pelas dicas.
Quanto às cordas de titânio, alguma marca a indicar?
Abraços!

Wiliam Kobata
Mensagens: 69
Registrado em: Dom 09 Dez 2007, 13:15
Localização: Sâo Paulo/Brasil

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Wiliam Kobata » Sex 14 Mar 2008, 16:51

Bia escreveu:Olá, Wiliam!
Obrigada pelas dicas.
Quanto às cordas de titânio, alguma marca a indicar?
Abraços!
O meu violão Manoel Andrade, luthier de São Paulo, está equipado com cordas Hannabach Titanyl nas primas e bordões Augustine Blue. Foi o resultado mais equilibrado a que cheguei. Apesar dos bordões Hannabach não serem ruins, acho um pouco incolor, menos expressivos que os Augustine. Mas isto também é muito da pegada de cada um.

wk

weverton
Mensagens: 20
Registrado em: Qua 20 Fev 2008, 15:48
Localização: Teresina

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por weverton » Seg 31 Mar 2008, 15:41

Tenho um Crafter EQ 280 e um Tagima Dallas. O Crafter tenho dificuladade em equalizar do jeito que quero, mas tem um som legal. Com Tagima não tenho problema. Entretanto, um som blz mesmo é de um violão artesanal. :mrgreen:

Mário Sérgio
Mensagens: 25
Registrado em: Seg 28 Abr 2008, 13:57

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Mário Sérgio » Sex 06 Jun 2008, 13:30

Atualmente tenho dois violões:

Um Gianinni dauqeles modelos bem simples, que utilizo principalmente para levar nas festas em geral.

Tenho também um Autor 3 da Di Giorgio - 1984, que foi um achado, pois tinha comprado um Eagle e quando fui devolvê-lo na loja, o vendedor (que é meu conhecido) me apresentou o Autor 3. Dentro da loja estava meu atual professor, que já tinha visto e experimentado o instrumento e me aconselhou a levá-lo, em troca do outro que fui devolver. Claro que paguei um pequena diferência. Para estudo é um excelente instrumento.

Estou aguardando um violão do luthier Wellington Polegário, que está previsto para chegar no final de julho de 2008. Eta ansiedade.

Mário Sérgio

pauloleite
Mensagens: 63
Registrado em: Qui 29 Mai 2008, 17:06

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por pauloleite » Qua 25 Jun 2008, 17:33

O violão que tenho é um Gianinni 22C7 modelo Abreu, que comprei em 1.982. Gosto muito dos agudos e principalmente do graves. O som é bastante alto se comparado a outros que já tive.
Saudações Musicais a todos.
Paulo.

Jos
Mensagens: 55
Registrado em: Sáb 10 Mai 2008, 23:04
Localização: Ribeirão Preto/SP

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por Jos » Dom 29 Jun 2008, 16:09

Olá pessoal, tenho dois violões no momento, alias eu sempre tive dois violões desde que comecei a tocar a mais de trinta anos...tenho um Di Giorgio modelo Tarrega que tem um som gostoso de se ouvir mas tem um acabamento não muito legal principalmente na escala e o braço tendo uma leve enpenada, o que dificulta a execução e tenho um feito pelo luthier JB que...bom é demais, é puro prazer ao tocar, ah! é o modelo classico 1 especial...Gosto muito. Abraços a todos os amante deste nobre instrumento que tanto prazer nos traz.

paulobrandao

Re: Fale sobre seu instrumento

Mensagem por paulobrandao » Seg 30 Jun 2008, 21:57

O meu violão foi feito por um lutier que mora em Taguatinga/DF. O nome dele é Elias, ele tá bem velhinho, assim, não fabrica mais violões. O que comprei é um dos últimos que ainda tem pra vender, ele tem também alguns cavaquinhos e duas violas. Quando cheguei pra comprar o violão, encontrei seu Elias lendo na antiga oficina, apesar dos 90 anos está muito lúcido, tem alguma dificuldade na locomoção e talvez por isso não trabalhe mais. O tampo do violão é de spruce(acho que é assim que se escreve), um pinho canadense. A escala é de pau-ferro e feita à moda do Del Vecchio, como os trastes inclinados e utilizando um traste zero. A madeira do fundo e das laterais é pau-rosa. O violão é muito leve e, embora talvez o som seja um pouco brilhante, é bonito e com o volume bastante alto, os harmônicos bem definidos. Às vezes, ao sustentar-se uma nota e dependendo da altura na escala, percebe-se os harmônicos ressoando ao fundo. O violão ainda é novo, ou seja, o som ainda deve melhorar.

abraços,
Paulo