idade de início - condiciona resultados ?

jccantante
Mensagens: 21
Registrado em: Ter 16 Out 2007, 21:35
Localização: Coimbra - Portugal

Re: idade de início - condiciona resultados ?

Mensagem por jccantante » Sex 25 Jan 2008, 01:13

Olá
E a idade do re-início também condiciona ?
Decerto condiciona.
Após vinte e tal anos de paragem retomei a prática da gitarra clássica (violão do Brazil). Uma a duas horas diárias.
Recomecei há cerca de dois meses e, apesar de menor agilidade (artrite...) e menos capacidade de mecanização da mão esquerda descubro que, afinal tenho outros trunfos - mais critério, mais persistência e mais coragem para enfrentar as partituras.
A paixão é a mesma... ou até maior.
Muito rápidamente atingi um ponto de razoável execução. O que me permite antever que, com tempo, poderei ir para um patamar mais avançado do que aquele que tinha atingido antes.

A questão da idade é, de facto, vital... calha a todos. Penso que mesmo que se vão perdendo qualidades ganham-se outras, tem-se outra atitude mais benevolente e paciente com as coisas da vida. Os que tocam instrumento musical poderão tirar sempre partido dessa prática. É um previlégio.

JCCantante

Gabriel
Mensagens: 20
Registrado em: Seg 14 Jan 2008, 17:57
Localização: Caxias do Sul/RS. Brasil

Re: idade de início - condiciona resultados ?

Mensagem por Gabriel » Sex 01 Fev 2008, 19:52

jccantante escreveu:Olá
E a idade do re-início também condiciona ?
Decerto condiciona.
Após vinte e tal anos de paragem retomei a prática da gitarra clássica (violão do Brazil). Uma a duas horas diárias.
Recomecei há cerca de dois meses e, apesar de menor agilidade (artrite...) e menos capacidade de mecanização da mão esquerda descubro que, afinal tenho outros trunfos - mais critério, mais persistência e mais coragem para enfrentar as partituras.
A paixão é a mesma... ou até maior.
Muito rápidamente atingi um ponto de razoável execução. O que me permite antever que, com tempo, poderei ir para um patamar mais avançado do que aquele que tinha atingido antes.

A questão da idade é, de facto, vital... calha a todos. Penso que mesmo que se vão perdendo qualidades ganham-se outras, tem-se outra atitude mais benevolente e paciente com as coisas da vida. Os que tocam instrumento musical poderão tirar sempre partido dessa prática. É um previlégio.

JCCantante

Concordo contigo em genero, numero e grau.
Essas palavras traduzem algo que a pouca idade nunca refletira:::::experiencia de vida.
Parabens

batok
Mensagens: 44
Registrado em: Dom 17 Ago 2008, 16:05

Re: idade de início - condiciona resultados ?

Mensagem por batok » Dom 02 Nov 2008, 16:43

Sem querer ir contra aquilo que é a lei natural da vida e também contra a opinião geral, penso no entanto que se o génio, a vontade, o espírito de sacrifício e o trabalho forem grandes, a satisfação pode recompensar. O pior é pensar que já é tarde e que já não vale a pena. Aí sim, o tempo passa e nós também passamos, provavelmente ao lado de (quem sabe?) uma grande carreira.

Anjosé Barros
Mensagens: 75
Registrado em: Dom 26 Ago 2007, 06:58
Localização: Floriano - Piauí - Brasil

Re: idade de início - condiciona resultados ?

Mensagem por Anjosé Barros » Seg 03 Nov 2008, 16:08

Alexander Boechat escreveu:Caros amigos amantes das cordas,

Todas as histórias de vilonistas e guitarristas que conheço se iniciaram quando tinham 6 ou 7 anos de idade e às vezes até antes. Será que a idade de início condiciona os resultados que o instrumentista vai obter? Será que alguém que começa depois dos 30 anos, por exemplo, conseguirá ser pelo menos um bom violonista (considerando que se esforçará), ou será que seu tempo já passou?
Essa dúvida realmente me incomoda.
Olá Alexander,

Antes de eu comentar o que acho acesse http://www.cesaramaro.com, por gentileza, e veja o que velho e seus amigos tocam.
Vou aqui me expor,desculpe :desole: , somente na intenção de lhe incentivar, comecei a estudar erudito aos 42 anos com Erisvaldo Borges e em seguida, na Escola de Música de Teresina, dois anos depois toquei Dilermando Reis no I Festival Nacional de Violão do Piauí, quatro anos depois fui convidado a realizar recital de encerramento do ano letivo na escola, tocando Tárrega, Villa, João Pernambuco, Bach e Canhoto, enquanto haviam alguns alunos garotos com 6 ou mais anos de estudo que não conseguiam tocar "Parabéns a você" sem olhar para a partitura.

Lembre-se, os grandes intérpretes demoram na elaboração de repertório para cada nova apresentação, o que significa semanas, meses de ensaio, (estudo), não importa a idade. Olhe as orquestas, só tem mais são madurões.

O que importa são as horas diárias dispensadas para o estudo, sendo que o que estiveres estudando busque nos mínimos detalhes, isto servirá de base para o próximo estudo.

Exerça uma autocrítica sem dó, tipo: - Este som está limpo? Está explicado? :guitare: :cafe: